Insira seu email abaixo e receba conteúdos, ferramentas e dicas exclusivas sobre empreendedorismo e negócios!










O artigo de hoje fecha com chave de ouro a última parte da série especial Os 10 Comportamentos Empreendedores postada no Realização Empreendedora. E o tema não poderia ser outro: Liderança, o comportamento vencedor da votação nos artigos anteriores, e é praticamente um resumo de todos os comportamentos empreendedores vistos aqui.

A empresa Entregamos Se Der Ltda. foi sonho do senhor Líder da Silva durante muitos anos antes de finalmente iniciar suas atividades. Ele teve a sorte de receber pequena herança.

O organograma mostrava oito setores com seus respectivos chefes e colaboradores. Líder da Silva sabia delegar poderes para os oito chefes – mesmo porque dizia “eu pago muito bem todos eles”. A empresa tinha dezesseis funcionários. Ao todo. Incluindo os chefes.

Seus salários estavam bem abaixo que os da média de mercado porque “a empresa precisa se adequar à realidade do cenário atual e se prevenir das crises que possam acontecer no futuro”.

Líder da Silva chegava ao trabalho pontualmente às 10h00 e só o encerrava às 16h00; às vezes, antes, “mas só um pouco antes”. Tinha iniciativa habitual de almoçar com possíveis clientes em potencial, evento que durava mais ou menos duas horas, no qual impunha todo seu poder de persuasão. Mas mantinha o “bom senso” de fazer isso apenas três ou quatro vezes por semana.

Quando em atividade, era bem organizado. Em quarenta minutos encontrava qualquer relatório em sua escrivaninha (!!).

Dispunha de dezenas de planilhas, gráficos de controle, estudos internos. Fornecia elogios, exagerados até, a todos que o ajudavam a entender tudo aquilo – planilhas, gráficos, estudos -, fosse quem fosse que estivesse ao lado. Afinal, não tivera tempo para se preparar antes de abrir a empresa. Nem vontade.

É por isso que sempre pedia – bem, na verdade, exigia – sugestões a seus funcionários. E talvez seja por isso que sempre as considera como os únicos passos a dar. Foi sempre “ocupado demais” para tomar decisões próprias.

O empreendimento Entregamos Se Der Ltda. iniciou atividades em janeiro de 2015. Por conta “dessa maldita crise e desse governo incompetente, tive de fechar em maio. Do mesmo ano”, lamenta Líder da Silva sempre que alguém pergunta sobre a empresa. “Foram os meses mais felizes de minha vida”, completa.

Como se pode perceber, Líder da Silva não acompanhou a série especial Os 10 Comportamentos Empreendedores, principalmente o décimo primeiro tópico, mostrado neste texto: Liderança.

Mas, o que é mesmo ser um líder?
Liderança - Os 10 Comportamentos Empreendedores

Já ouviu aquela frase “seja você a mudança que quer ver no mundo”? Então, o mesmo vale para seu estilo de liderança: “seja você o líder que gostaria de ter”. Isso é questão de iniciativa.

Desta forma, a resposta para a pergunta acima é consiga que sua equipe faça o melhor, sempre com respeito ao limite de cada um. E isso é questão de persistência.

Um empreendimento de sucesso deve ser organizado. Um líder reconhece a necessidade de mostrar organização, pois em muitos momentos precisará tomar decisões rápidas e, estas, tomadas em um ambiente desorganizado é certeza de tiro no escuro, o que é o mesmo que depender da sorte.

E líderes não dependem de sorte, mas de autoconfiança. Ao compartilhar seu mundo bem organizado, o líder está desenhando universos de confiança de outros para consigo e de si para si mesmo. Autoconfiança é característica que nasce da organização.

Um dos mais fortes trunfos do líder é saber identificar o limite de cada elemento liderado. Assim, não será preciso nem impor nem autoproclamar nem mostrar o estado de liderança, pois o título de líder:

  • Não pode ser imposto. Ou então perderá força. Ele é conquistado por persuasão natural, de forma que sua força evolua cada vez mais
  • Não deve ser autoproclamado. Ou então servirá de chacota. Ele é dado pela equipe de forma espontânea, pois esta admite e admira o comprometimento do líder
  • Não precisa ser mostrado. Ou então resultará em equipe dispersa. Ele aparece naturalmente em momentos difíceis, quando o caráter de superação se mostra o traço mais forte da personalidade do líder

Estamos em crise. Cadê o líder?
Liderança - Os 10 Comportamentos Empreendedores

Para sair da crise, você tem que liderar pelo exemplo de suas atitudes. Líderes fazem tudo o que pedem para que outros façam. Se você pede corte de custos, comece você mesmo a cortá-los. Ninguém vai acreditar que há crise se você…:

  • …entrar em férias ou esticá-las um pouco mais
  • …não mostrar flexibilidade em seus horários de trabalho
  • …não se manter à disposição on-line ou offline de forma autêntica
  • …não der respostas a clientes e a colaboradores em tempo recorde
  • …não souber que não há outra forma de se destacar no mercado senão transformando crises em oportunidades

Todo mundo tem dias difíceis. Em muitas ocasiões você, como líder, terá de desafiar o pessoal a ser comprometido. Como você consegue isso?

  • Descubra o que impulsiona e motiva os membros da equipe, pessoal e profissionalmente
    • Pergunte sobre seus objetivos
    • De quais trabalhos mais gostam e quais acham mais desafiadores
    • Aonde querem chegar em termos profissionais e financeiros
    • Quais formas de reconhecimento valorizam
  • Mantenha essas conversas restritas a prazos realistas. Planos para cinco anos à frente não se tornam claros para as pessoas, especialmente jovens acostumados a gratificações instantâneas

Construir uma equipe ou uma empresa não é tarefa fácil. Se você não dispõe de indivíduos comprometidos, repense sua estratégia e faça as mudanças necessárias. É realmente muito simples. Você precisa do sincero interesse e compromisso de todos na equipe. Além disso, você, como o líder, deve ter um comprometimento firme e visível com o sucesso da equipe como um todo.

Um líder é o melhor quando apenas se sabe que ele existe.
Não tão bom quando adorado, ruim quando temido, pior quando odiado.
Mas, de bom líder, quando sua obra estiver concluída, seu trabalho terminado, todos dirão:
fomos nós que fizemos.
– Lao Tsé

Principal Pilar da Liderança: Saber Delegar
Delegar - Os 10 Comportamentos Empreendedores

A historieta fictícia de Líder da Silva, relatada acima, evidencia que ele não sabia delegar. Não se delega funções ou tarefas a colaboradores que, sabidamente, não têm condições de exercê-las ou cumpri-las.

Um líder entende que todos têm limites. Mais que isso: entende que limites pessoais podem ser identificados e superados. Para tanto, o líder sabe criar mecanismos para que os liderados atinjam metas e até as ultrapassem. Tais mecanismos vão desde simples conversas de pé de ouvido durante o cafezinho até treinamentos especializados.

Há uma máxima no futebol que diz: “juiz bom é aquele que não aparece mais que jogador”. Uma empresa que roda e funciona independente do dono é uma empresa de sucesso. Mas é necessário bom senso: um líder pode até ser teoricamente invisível, mas nunca deve ser praticamente ausente.

O empreendedor líder em geral não é fazedor no sentido de necessariamente pôr a mão na massa, ser obreiro. Ele cria e dirige a equipe, delega poderes a quem de direito e de merecimento, acredita nos que mostrem ser dignos de crédito, obtém resultados para a empresa por meio de colaboradores bem preparados, desenvolvidos, liderados.

Exercitando o Comportamento de Liderança
Liderança - Os 10 Comportamentos Empreendedores

Alguns líderes já nascem assim. A tal “liderança nata”. Mas é possível adquirir e desenvolver um estilo de liderança ao longo das experiências; afinal, o ditado “pau que nasce torno, não tem jeito, morre torto” serve apenas para plantas, não para seres humanos.

Seja uma liderança nata ou inata, o líder precisa:

  • Registrar – para si mesmo apenas – os resultados das tarefas de sua equipe. O nível de acertos deve ser superior ao de erros em qualquer análise (e melhor que uma cultura de caça aos culpados, aprender com os erros é fundamental);
  • Atentar ao estado de humor dos liderados:
    • Se um ou dois numa equipe de dez elementos estiverem destoando, é sinal de que o problema é pessoal. Identifique a questão e ajude na resolução;
    • Se sete ou oito numa equipe de dez mostrarem qualquer tipo de intolerância, é sinal de que o problema pode ser você. Busque as causas e as soluções;
  • Observar a espontaneidade com a qual os liderados se dirigem a você:
    • Se constante, sua liderança está de vento em popa
    • Se inconstante, talvez tenha chegado o momento de você rever seus próprios conceitos sobre liderança e reler este texto desde o início, além de todos Os 10 Comportamentos Empreendedores

Quando Falta Liderança

Já viu alguma cena de filme em que um navio esteja em meio à tempestade? Pois é exatamente como seu empreendimento se mostra quando seu instinto de liderança está em baixa ou inexistente. É convite ao insucesso.

Quando há Excesso de Liderança

Já viu alguma cena de filme em que um navio esteja atolado em banco de areia não visto pelo timoneiro? Pois é exatamente como seu empreendimento está quando há liderança demais.

E liderança demais nada tem a ver com o dito popular poucos índios para muitos chefes. Pode haver excesso de liderança em uma só pessoa. Se você não delega, se não ouve sugestões, se for autoconfiante em demasia, se todas as iniciativas e ideias são suas apenas, bem, você é um líder em excesso. E precisa se reciclar.

A Medida Ideal de Liderança

A medida ideal de seu espírito de liderança pode se chamar carisma. Ela mostra cena de filme em que um navio pareça flutuar sempre, ainda que sobre águas turvas e movediças.

Se você quer um ano de prosperidade, cultive grãos.
Se você quer dez anos de prosperidade, cultive árvores.
Se você quer cem anos de prosperidade, cultive pessoas.
– Provérbio chinês.

Você já se vê como um líder? Já delegou tarefas para outras pessoas ou profissionais freelancers para melhorar a eficiência do seu trabalho? Conte-me abaixo seus aprendizados ou dificuldades e compartilhe este artigo com seus amigos empreendedores.

E boa sorte!