Insira seu email abaixo e receba conteúdos, ferramentas e dicas exclusivas sobre empreendedorismo e negócios!










Quando uma boa mente – empreendedora e ativa – diz “eu quero começar um negócio, é levada imediatamente a buscar dicas de empreendedorismo e cursos na internet. Consequentemente, acaba consumindo o máximo de conteúdo a ponto de fazer a cabeça explodir com tanta informação.

Depois, lamentavelmente percebe que era muito melhor ter buscado a velha e boa saída: um bom curso para empreendedores.

Eu reconheço o motivo por que isso se dá: a maioria de nós está condicionada a economizar. Especialmente em tempos de crise. Mas é notório que, depois, tudo se mostra um tiro no pé, pois acaba custando muito mais que dinheiro:

  • Custa tempo
  • Custa energia
  • Custa o dinheiro que você já poderia estar recebendo
  • Custa a vida você poderia estar levando
  • Custa a decepção por ter se deixado levar

Nesta mensagem, vou deixar para você alguns pontos de análise importantes para você, empreendedor de boa mente, escolher os melhores cursos para empreendedor para começar um negócio o quanto antes. E mais importante que “o quanto antes”, começar de forma certeira, consciente, objetiva e prática.

A gente já se conhece: você é empreendedor e nós somos a Realização Empreendedora, uma plataforma para você criar e fazer crescer seus negócios. E nós dois vamos discutir aqui como…

A Internet Está Revolucionando a Educação

E não revoluciona somente a educação tradicional; também a forma como aprendemos sobre as coisas em geral. É claro que essa revolução oferece alguns prós:

  • Você consegue aprender o que quiser…
  • …nos momentos em que você quiser…
  • … no local onde você estiver…
  • … e ainda com as pessoas que você escolher

Mas, claro, há também alguns contras. E esses “contras” podem ser muito mais expressivos que todos os prós juntos.

Os 06 Fatores para Serem Analisados Antes de Sair Procurando Dicas de Empreendedorismo

  1. Mais marketing que conteúdo

A esmagadora maioria dos sites sobre empreendedorismo é, na verdade, um meio de publicidade, de marketing do próprio site. É o que eu chamo de automarketing rasteiro. O conteúdo – quando há conteúdo – apresenta pouquíssima preocupação com a prática para fazer você atingir seu resultado.

Então, nessa era de marketing digital sobre empreendedorismo online, é importante você atentar para o fato de haver muitos sites mais preocupados em executar marketing pessoal que oferecer conteúdos relevantes, que solucionem o seu problema.

  1. Conteúdo Atualizado e Proficiente

É preciso que você saiba que escolas de negócios antigas, tradicionais, não conseguem se atualizar tão rápido quanto o mercado – aliás, tão rápido quanto o mundo tem evoluído no que se refere a começar um negócios próprio e fazê-lo evoluir.

Muitas escolas ainda estão presas a metodologias e ferramentas antigas que não condizem mais com a prática do dia a dia de hoje.

  1. Conteúdo Construtivo

O segundo ponto acima nos leva diretamente a outro fator relevante. Certas escolas tradicionais – e mesmo instituições novas que, em teoria, deveriam estar mais antenadas para com a evolução tecnológica – e também os chamados novos gurus da internet criam conteúdo, cursos, treinamento, enfim, diversos mecanismos de aprendizagem apenas baseados em vídeos teóricos.

Quando você adquire um produto, um programa de ensino, recebe login e senha da plataforma. Você entra com esperança de encontrar alguém para discutir, conversar, dialogar – que é o que acontece no caso da Realização Empreendedora, mas tudo o que se tem é:

  • Vídeo
  • Vídeo
  • Vídeo
  • Vídeo
  • Módulo
  • Módulo
  • Mais módulo
  • Captura de tela
  • Slide
  • Mapas mentais…

Ou seja, um grande emaranhado que não te leva para a prática, para o fazer, para o agir.

Você só fica escutando, assistindo a vídeos. Não há um link, um espaço para que você vá para a prática, que instrua como colocar a mão na massa e aplicar aquilo que está sendo ensinado.

Não há uma maneira para fazer você se desenvolver de forma mais autônoma, de forma que o aprendizado adquirido possibilite criar algo palpável, tangível, observável.

  1. Percepção de Contato Humano

A tecnologia evoluiu muito e vai evoluir muito mais. Ainda assim, o ser humano precisa contatar ser humano. Não necessariamente contato físico, mas pelo menos por percepção. Isso não é insegurança ou carência, é inerência ao caráter humano.

Então, pergunte-se se existe mesmo uma pessoa atrás daquela câmera, daquela telinha a que você está assistindo; questione se há uma pessoa por trás daquelas postagens maravilhosas no Facebook, no Instagram e em outras redes sociais; se ela está acessível para responder a perguntas, se ela se mostra pronta para uma conversa para tirar dúvidas.

Existindo essa pessoa, pergunte-se se ela é prestativa com você e com os outros membros da comunidade. Entre nas comunidades dessa pessoa e verifique como ela se posiciona frente a potenciais alunos.

É preciso haver uma pessoa real, você precisa sentir que não é apenas uma equipe criando uma bela imagem, um avatar, uma personagem. Deve haver por trás do site uma pessoa de carne e osso realmente preocupada com seus resultados.

  1. Metodologia Capacitadora

Eu posso dizer com segurança que o elemento fundamental para que você analise é a metodologia usada no curso – presencial ou virtual. Eu encontrei tanta informação que é até fácil se perceber se tudo aquilo é apenas “copy&paste”, cópia do que já se leu muito por aí.

E encontrei isso tanto nos conteúdos gratuitos de vídeos, blogs, sites, quanto nos pagos, os cursos internos. Raríssimos têm originalidade e ou mesmo um outro ponto de vista, ainda que esse ponto de vista possa parecer estranho para você, ainda que você venha a dizer “poxa! Nunca ouvi alguém falando desse jeito sobre negócios antes”. Isso pode ser sinal de alguma originalidade

Porém, constate se, no fundo, aquilo faz algum sentido, se está colocando uma metodologia nova e se está levando a resultados interessantes.

Isso, sim, é sinal de muito valor.

  1. Instruções Assertivas

Por fim, o fator que pode decidir se você vai alcançar seus resultados ou se ainda vai ficar à procura: assertividade.

O conteúdo tem de ser eficiente exatamente para situação em que você se encontra. Eu posso usar uns exemplos aqui da Realização Empreendedora que mostram justamente os níveis de empreendedores.

Nós temos vários patamares de cursos.

  • Futuro Empreendedor é um curso de empreendedorismo básico para pessoas que estão no zero, que querem começar um pequeno negócio, mas não dispõem de muito tempo nem dinheiro. Nele, aplica-se a metodologia dos Sete Passos, desenvolvida por mim. Dá-se um passo por dia e, no fim de uma semana, consegue-se iniciar um pequeno negócio de forma segura, muito bem estruturado.

Esse nível de curso é para pessoas que ainda têm receio sobre ser ou não empreendedoras, sobre se podem se tornar empreendedoras, sobre se poderiam ter capacidade de colocar uma ideia em prática. É um curso mais básico que ajuda muito a dar o primeiro pontapé.

Usa metodologia baseada no histórico de grandes empreendedores traduzidos nesses sete passos.

  • Num patamar acima, nós temos a Academia de Novos Negócios. É curso mais avançado para empreendedores, pois, a partir dele, você vai iniciar um negócio de impacto. Pode ser tanto uma startup digital como um negócio tradicional off-line – uma loja, um restaurante, manufatura, etc.

Porém, eu asseguro que vai ser “O Negócio”. Usamos as ferramentas e o combinado de metodologias mais modernas que existe no mundo dos negócios para que você valide na prática sua ideia.

Apresenta estratégias que você só encontra na RE. Uma delas é criação de grupo estratégico de clientes potenciais, clientes que vão ajudar a desenhar o produto que você quer levar para o mercado. Assim, você não tem dúvida se sua ideia vai ser um sucesso.

Por outro lado, já consegue ter os primeiros clientes enquanto vai testando seu negócio, ganhando dinheiro já durante esse teste.

Há outro grupo estratégico: empreendedores que ajudam a modelar e validar o seu negócio. Depois que você valida, ganha dinheiro também nessa validação.

No último estágio do curso, você sai com a empresa aberta, estruturada, já com os clientes e com toda estrutura necessária para ter um negócio de impacto, estruturado e lucrativo.

  • Subindo mais um patamar, nós temos o curso de empreendedorismo Autônomo de Sucesso. Destina-se a profissionais liberais, freelancers e autônomos que já começaram pequena atuação, colocando-se no mercado e oferecendo suas habilidades e competências. Porém, não tiveram ferramentas ou até educação/instrução para se estruturar como empresa (não empresa com funcionários, um prédio, um espaço, mas com processos e sistemas internos) para que funcione de forma mais harmônica, autossuficiente, para que tenha mais lucros e toda a liberdade de vida e independência financeira que o empreendedorismo pode proporcionar.

Como vê, temos cursos de alto nível para cada estágio que você se encontra na jornada empreendedora.

Bem… estou certo de que essa mensagem vai ajudar bastante na escolha do melhor curso de empreendedorismo.

Você pode conhecer AQUI os nossos cursos para empreendedores de todos os níveis. Qualquer dúvida, você sempre pode entrar em contato.

A gente se vê na próxima mensagem.

Um forte abraço e sucesso!