Insira seu email abaixo e receba conteúdos, ferramentas e dicas exclusivas sobre empreendedorismo e negócios!










O artigo de hoje sobre autoconfiança é o 8º da série especial “Os 10 Comportamentos Empreendedores”, que publico aqui no Realização Empreendedora. Um comportamento que permite a você melhorar seu desempenho pessoal e profissional e potencializar os seus resultados como empreendedor, obtendo aprendizado e sucesso.

Quantas vezes você gastou horas fazendo o planejamento de uma ideia, elaborando os passos necessários para que ela deixasse o campo subjetivo e se tornasse um elemento do mundo material?

Ou buscar por clientes, investidores ou parceiros de negócio, em um ritmo que, por vezes, beira a exaustão, até acreditar que tudo está pronto e sem nenhuma falha?

Analisando as necessidades, os problemas, as metodologias contrárias e mesmo a concorrência de mercado, chegando enfim à conclusão de que tudo está correto e finalizado?

É bastante comum que a confiança interior em nossa capacidade e mesmo na qualidade de nossos projetos seja colocada à prova. Isso pode acontecer quando somos submetidos à uma situação de conflito ou de pressão, como uma apresentação de ideias para investidores ou mesmo a exposição de um novo produto ou serviço ao público-alvo e, caso não estejamos preparados e autoconfiantes, essa também pode ser uma prova de despreparo e de falta de cuidado.

A autoconfiança é, na opinião da maioria esmagadora dos especialistas, um dos elementos mais importantes para o empreendedor de sucesso. É ela que permite ao empreendedor crer em si mesmo, em seus projetos e nos rumos que deseja dar para sua empresa, sendo essencial para que o empreendedor seja uma pessoa persuasiva, tenha força para tomar as iniciativas necessárias, focar e se concentrar nos objetivos que deseja conquistar e, além disso, ter coragem e confiança em seus projetos para aproveitar as oportunidades que o mercado venha a lhe oferecer.

Medo – A Falta De Confiança É Sua Maior Inimiga

Realização Empreendedora Autoconhecimento

Muito se fala no meio empresarial sobre a importância da curiosidade, da coragem, da iniciativa ou mesmo da persistência, mas especialistas em comportamento humano e em desenvolvimento empresarial ressaltam que a autoconfiança pode ter um efeito ainda mais forte no desenvolvimento de um caráter empreendedor de sucesso, já que é este comportamento autoconfiante que permite combater o medo do fracasso e, também, as diversas crenças limitantes que influenciam, vez por outra, todo aquele que flerta com o sucesso.

Afinal, é bastante comum, apesar de ser extremamente negativo, pensar que o sucesso provém de um acaso ou de um jogo de sorte, ao invés de ser plenamente certo e confiante de que os bons resultados são frutos de uma conduta certeira e apontada nos rumos corretos, enquanto os fracassos são abraçados como responsabilidade exclusiva da pessoa do empreendedor, diferença de julgamento esta que pode ocasionar os mais diversos medos e temores.

Os medos e crenças limitantes podem chegar nas mais diversas formas e sob os mais diversos disfarces, como o temor do fracasso, que pode ser acompanhado pelo seu extremo oposto e complemento, que é o medo do sucesso; a incerteza nos passos dados ou nas metas traçadas, que tem efeito tão devastador como a crença excessiva no sucesso sem planejamento ou na “sorte”; mas talvez o medo mais intrínseco de um empreendedor, que peca por sua falta de confiança, está no temor do crescimento e do reconhecimento profissional, o que pode fazer com que empreendedores de destaque fraquejem ao longo do caminho, pois não se sentem preparados para encarar os desafios maiores que se mostram no horizonte.

A autoconfiança, como força motriz do sucesso, é a chave para que as crenças e medos limitantes sejam combatidos e extirpados, permitindo que se tenha forças para crescer, ir além de quaisquer limites tidos como intransponíveis e nos guiar rumo às conquistas que estão destinadas apenas àqueles que ousam crer em si mesmos e em seu potencial.

“Aja confiante, mesmo quando não estiver”
– Larry Ellison

Resultados – A Força Motriz Da Autoconfiança
Realização Empreendedora Autoconhecimento

Apesar de muitos acreditarem que os resultados só são importantes para a motivação pessoal quando são positivos, a experiência profissional nos faz afirmar, com clareza e certeza de causa, que também os erros e fracassos devem ser tidos como resultados e servir para a motivação do empreendedor, já que cada um deles traz um aprendizado e uma lição que será útil para a carreira profissional e na obtenção de resultados cada vez melhores.

Aquele que se mostra autoconfiante sabe que uma falha ou mesmo um erro não significam a derrocada de seus projetos ou sua inépcia para o desempenho das funções pelas quais responde, mas sim que aquele elemento pode ser utilizado para o crescimento pessoal e profissional, mesmo que seja como lição do que não fazer.

Saber lidar com os resultados, sejam eles positivos ou negativos, de maneira consciente e confiante, é essencial para que o empreendedor possa dar passos cada vez mais seguros e seguir rumo aos objetivos traçados por ele e considerados impossíveis por aqueles que não confiam em si mesmos e em suas capacidades.

Exercitando Seu Comportamento Autoconfiante
Realização Empreendedora Autoconhecimento

Falamos de autoconfiança em nosso artigo, mas quais são os passos necessários para colocá-la em prática em nosso dia a dia no mundo dos negócios? Confira!

Lidando Com A Falta De Confiança: Um dos passos mais importantes, mas também mais difíceis de serem dados, é lidar com a falta de autoconfiança, analisando de maneira clara e objetiva suas crenças limitantes e seu medo. Elaboramos três técnicas garantidas para lidar com a falta de confiança:

  • Liste os seus três maiores medos ou crenças de fracasso, ou seja, fatos que você acredita estarem à ponto de ocorrer caso você não adote uma atitude de confiança.
  • Elabore um “mini” plano de ação para cada um dos medos ou limitações, colocando em poucas palavras quais os passos necessários para reverter cada uma das situações que você citou em sua primeira lista.
  • Liste agora quais são seus três maiores sonhos e procure analisar se as crenças limitantes os afetam e porque, buscando visualizar que cada uma delas não será mais um problema, pois você agora conta com um plano de ação para combatê-las.

Excesso De Autoconfiança Também É Negativo: Enquanto a falta de confiança pode fazer com que você fique paralisado e sem ação, o excesso de confiança pode fazer com que você se torne arrogante e surdo aos apelos e necessidades dos outros, o que pode também fazer com que seus projetos acabem por não dar certo ao serem expostos a situações imprevistas pela crença em excesso em sua capacidade de acertar.

Autoconfiança Com Consciência: O ideal para que o empreendedor tenha sucesso profissional é ter a autoconfiança necessária para dar passos e tomar decisões importantes, mas de maneira a fazê-lo baseado em estudos, crenças, capacidades e aprendizados, levando em consideração todos as opiniões e fatores para a construção de uma melhor visão de mercado e de seus negócios.

A autoconfiança deve ser a força motriz para o sucesso, mas também ser base para que a humildade e a perseverança sejam exercidas e estimuladas pelo empreendedor, pois caminham juntas na obtenção dos grandes resultados.

Aproveite essas dicas, confie em você mesmo e siga firme rumo ao sucesso!

Até o próximo comportamento: A superação!