Insira seu email abaixo e receba conteúdos, ferramentas e dicas exclusivas sobre empreendedorismo e negócios!










Muitas pessoas se preocupam com as tecnicidades que devem aprender como empreender, como o logotipo, o site, as ferramentas de gestão, em como recrutar pessoas, se o plano de negócios está bem preparado, mas não se preocupam com o principal recurso da empresa: o próprio empreendedor, a pessoa!

Se aprimorar como pessoa e focar em se tornar um empreendedor melhor, aumenta, e muito, as chances de seus negócios darem certo. E quais seriam os sinais que você NÃO está preparado para empreender?

1- Você se importa DEMAIS com sentimentos dos outros
Escola de Negócios & Startups - 6 Sinais Que Você Não Está Preparado Para Empreender

Não é para você se tornar um carrasco e passar por cima de outras pessoas. Todos nós temos pessoas à nossa volta, seja família, amigos, colegas de diferentes locais, a tal “sociedade”.

Eles não vivem a sua vida, não enxergam as coisas com o seu pontos de vista, não têm os seus desejos, não sabem muita coisa sobre como é viver a sua vida. Enfim, elas não entendem justamente a sua razão de querer empreender e não conhecem o seu “porquê”.

Elas até gostam de você, elas querem te proteger. Para isso, elas tentam te afastar deste seu sonho, muitas vezes tentando fazer você ter consciência que esta escolha é “ruim” e que há outros caminhos “melhores”: arranjar um outro emprego, trocar de empresa, tentar um concurso público. Até mesmo te dando exemplos de fracassos próximos: “você viu aquele seu irmão, amigo ou vizinho? Perdeu o carro, se endividou, brigou com a mulher, o cachorro fugiu”.

Elas tentam fazer isso por uma boa causa e porque elas não possuem a mesma veia empreendedora e as mesmas ambições que você. Isso é normal.

O problema é quando você se importa demais com sentimentos e opiniões delas, não querendo magoá-las e ficando travado, no mesmo lugar, com receio de as deixarem desapontadas ou pelo que irão pensar de você.

Quando o seu projeto exige sair da sua zona de conforto e se expor, seja criando uma palestra, um blog, vídeos para o YouTube, falar com estranhos para testar suas ideias, criar produtos no fundo da sua casa, planejar e criar serviços da sua própria casa ou alugando um escritório… há o receio do que elas irão falar ou como irão te julgar.

Se você realmente se importa com isso, NUNCA sairá do lugar. Memorize esta frase:

“Peça perdão, mas não peça permissão.”

Se você tem vontade de empreender (dentro da leis e dos “bons costumes”), querendo criar um negócio que vá fazer algo de bom pra sociedade, vá em frente e faça!

Com o tempo, você perceberá que as pessoas que mais te criticaram, mas gostam de você, serão as que mais reconhecerão a sua visão, persistência e seu sucesso! Isso porque elas queriam te prevenir de algo ruim, mas foi você que acabou ensinando e provando algo novo da vida delas.

Se alguém se manter chateado com o seu êxito em construir o negócio e a vida que você quis, estas são as exatas pessoas que você deve se afastar.

Reúna-se com pessoas que possuem os mesmos desejos e visões de mundo que você. Se importe com os conselhos destas pessoas. E tudo será muito mais fácil!

2- Seu objetivo principal é ficar RICO
Escola de Negócios & Startups - 6 Sinais Que Você Não Está Preparado Para Empreender

Tente entender, de uma vez por todas: dinheiro é apenas um meio, uma ferramenta que faz girar todas as engrenagens do seu negócio e, consequentemente, da sua vida.

Você não compra um carro para beber gasolina. Você usa a gasolina para fazer o seu carro te levar onde você quer chegar. Na vida real, o carro é seu negócio e a gasolina é o dinheiro.

Se você vai atrás apenas do dinheiro, então você está disposto a fazer QUALQUER coisa para fazer dinheiro. Você segue “o dinheiro pelo dinheiro” e não “o dinheiro por uma vida melhor”.

Uma vida melhor, penso eu, é alcançar uma vida confortável, não passar necessidades, ter equilíbrio entre vida pessoal e profissional, poder evoluir como pessoa e poder contribuir para um mundo melhor. A forma como você quer contribuir (usando suas paixões e habilidades únicas), é um bom pilar para se basear. Apenas ‘dinheiro’ é um pilar completamente vazio e sem parâmetros para uma pessoa de valor.

Buscar atalhos, dar um jeitinho, subornar ou ser subornado, exercer ilegalidades, atuar sem ética alguma quanto ao mercado e outras pessoas… todos estes são caminhos muito fáceis para ganhar dinheiro rápido. Entretanto, nada disso é sustentável por muito tempo. Você viverá para esconder seus traços e, mais cedo ou mais tarde, a casa cai.

O difícil é você realmente criar dinheiro no longo prazo, evitar as tentações dos caminhos fáceis e desenvolver uma empresa e, consequentemente sua vida, em pilares sólidos. Como você faz isso?

Entregando um REAL valor para a sociedade!

Entenda ‘valor’ por ‘solucionar um problema‘ que as pessoas enfrentam no dia a dia. Não precisa ser algo mirabolante (já falaremos sobre isso).

Quantas pessoas ou empresas você acaba fazendo questão de recomendar para seus amigos e familiares apenas pela sensação de problema resolvido sem ter sido explorado? É uma sensação muito boa, não? Apesar de todo o marketing, há muitos profissionais e empresas que realmente entregam valor ao seu público.

Combater a ansiedade e o imediatismo é importante nesta fase. Porém, se mantendo forte no seu propósito e trabalhando com consistência, mais cedo ou mais tarde você será reconhecido e o dinheiro começará a chegar de diversas formas: fama, novas oportunidades, networking com profissionais de nível maior, serviços de graça, facilidades de pagamento e, claro, maiores faturamentos.

Mude a sua mentalidade de ir atrás apenas do dinheiro. Busque entregar algo de valor para outras pessoas.

“Tire o dinheiro dos olhos e ele irá para o seu bolso”.

3- Você não sabe lidar com os MAUS momentos
Escola de Negócios & Startups - 6 Sinais Que Você Não Está Preparado Para Empreender

Durante a sua jornada empreendedora, você será testado a TODO instante. As pessoas, os lugares e os momentos que você menos esperar.

Quando tudo daria certo, alguma coisa dará errada. Você se sentirá exausto fisicamente, mentalmente e espiritualmente. Estressado. Decepcionado. Triste. Puto da vida!

Isso não é um pessimismo e estou exagerando propositalmente por um motivo: empreender NÃO É UM MAR DE ROSAS. É para os fortes e, ainda assim, poucos sobrevivem.

Muitos dos que sobrevivem se contentam em terem criado uma ‘empresinha’ que apenas pague suas contas no final do mês e que, no fim das contas, consome mais sua energia vital do que se fosse um funcionário de outra empresa.

Poucas seguem firmes lutando para criar uma empresa que funcione sozinha e, finalmente, lhe proporcione todas as liberdades que o empreendedorismo pode proporcionar. E isso leva tempo. Na dúvida, chute 5 anos de trabalho DURO. É muito tempo?

O que você estava fazendo 5 anos atrás? Você trocaria seus últimos 5 anos por um trabalho duro, sem férias e muitas recompensas para, HOJE, poder começar a fazer o que quer da vida? Que tal o hoje ser o motivo de orgulho de você mesmo daqui 5 anos? Como?

Fazendo parte da próxima turma da Academia de Novos Negócios!

Nem todas as pessoas estão aptas a empreender porque não aguentam os desafios por muito tempo, mas curiosamente, aguentam décadas convivendo com seus maus momentos.

Muitos empreendedores fazem planos que, à partir de amanhã, irão atingir X faturamento e Y clientes em um tempo Z, como se tudo ocorresse em linha reta. Mas o empreendedorismo é uma montanha-russa. O “pessimismo” aqui é justamente para te dizer: prepare-se para isso!

Você está prestes a entrar no ringue para defender o seu cinturão de “vida plena”. Você prefere se preparar mentalmente que vai encontrar o coelhinho da Páscoa ou o maior dos lutadores de sumô? A forma como você se prepara, esperando pelo “pior”, faz com que você não vá para a luta cheio de espectativas, mas sim de estratégias de como vencer. O que vier é lucro e você vai saborear cada soco que acertar em seu “oponente” (entenda aqui: “os maus momentos”).

Para se tornar um empreendedor faixa-preta, pare e reflita sobre como você lida com seus maus momentos hoje em dia, enquanto ainda está na sua zona de conforto.

Nos seus maus momentos você, como pessoa:

  1. Perde a paciência, grita, xinga, rasga papel, dá aqueles “chiliques” baratos; ou
  2. Se concentra, tenta manter uma visão do todo de que aquilo é um momento, que você precisa aprender “alguma” lição daquilo, percebe que o mundo não vai acabar, que você vai passar por aquilo e se tornar alguém mais forte.

Responda sinceramente! Se já consegue a opção 2, você está no caminho certo para, não só se tornar uma ótima pessoa, mas um grande empreendedor. Nem todos conseguem essa calma e leveza em lidar com os maus momentos.

Se afaste de pessoas negativas e fúteis. Se você reclama muito da vida, reclame menos das coisas, critique e julgue menos outras pessoas. Seja mais grato sobre as coisas ao seu redor, por ter um teto, uma alimentação e por estar buscando ser uma pessoa melhor!

O sofrimento é opcional. Você vai passar por maus momentos, mas ficar remoendo e sofrendo é opcional.

4- Você acredita em REVOLUÇÕES
Escola de Negócios & Startups - 6 Sinais Que Você Não Está Preparado Para Empreender

Você acha que só com uma ideia mirabolante é que seu negócio dará certo, você ganhará muito dinheiro ou ficará famoso.

Neste caso, você vive tentando inventar a próxima roda! Se você está atrás da próxima “ideia do bilhão”, esta pode não ser a melhor vertente para você seguir.

Pegando como exemplo um dos maiores bilionários americanos, o Warren Buffett, um dos maiores bilionários brasileiros, o Jorge Paulo Lemann, o que ambos têm em comum?

Repare que as empresas que eles investem e acabam comprando são companhias de comunicação, alimentação (ambos possuem empresas de ket-chup), bebidas, redes de varejo e outras que exploram as necessidades básicas da população. São quase “commodities” do dia a dia na vida de todas as pessoas. Eles ganham na escala e na inovação do modelo de negócios para escalar as formas de distribuição e levar seus produtos e serviços para cada vez mais pessoas e estarem sempre na ponta da língua e memória delas.

Qual foi a “ideia genial” ou “revolução” que eles causaram? Eles não reinventaram a roda nova, apenas exploram negócios na “base” da economia.

Portanto, use a criatividade para gerar inovação, que é você olhar à sua volta e identificar os pequenos problemas que existem. Inovação é você colocar em prática a criatividade em uma solução para algum problema. É quando você olha e diz “porque eu não pensei nisso antes?”. E aí que estão as grandes ideias: nas coisas óbvias que estão embaixo do seu nariz e você não percebeu.

Então, fique com as mini-revoluções! É muito mais fácil e prazeroso quando algo é realizado e que estava no nariz de todo mundo e foi você quem fez!

5- Você quer ser o próximo ZUCKERBERG
Escola de Negócios & Startups - 6 Sinais Que Você Não Está Preparado Para Empreender

Você quer ser uma celebridade, “o próximo Zuckerberg”, atrelado a uma ideia revolucionária.

Mesmo que a ideia dele não tenha sido nada revolucionária (já existiam outras redes sociais na época – o que o diferenciou foi a execução da ideia), você quer ser um gigante muito famoso, atrelado à uma revolução (questão discutida no ítem 4).

Quantos famosos são milionários? Talvez a maioria, ou pode ser apenas efeito de marketing e posicionamento. Agora, todo milionário é famoso?

Você não conhece nenhum milionário que tenha sua empresa rodando, proporcionando valor à sociedade, criando um legado, impulsionando a economia e que não está na capa da revista, nos jornais ou colunas sociais?

Você não precisa criar uma empresa para ser famoso e sair nas capas de revistas. Basta se tornar um(a) modelo, ficar amigo de diretores de revistas e TVs, ter um filho com o Mick Jagger, cometer um crime e ligar para o Datena.

Para ser um grande empreendedor e ser amplamente reconhecido, novamente, é questão do valor que você entrega para as pessoas ou outras empresas.

Quanto maior a sua paixão pelo seu trabalho, melhor será sua atuação, maior será seu impacto, mais rápido sua fama se espalha, maiores serão os retornos financeiros e demais oportunidades. Isso apenas não acontecerá amanhã, nem no próximo mês. Pergunte para qualquer capa de revista (que não pagou para estar ali)!

6- Você quer levar uma vida mansa
Escola de Negócios & Startups - 6 Sinais Que Você Não Está Preparado Para Empreender

Este é o mal de muitos empreendedores de primeira viagem: acham que saindo do emprego atual, abrindo seu próprio e sendo o “próprio chefe”, poderão imediatamente trabalhar de casa, acordar a hora que quiserem, ir para o computador e teclar algumas coisas no Facebook.

A vida de empreendedor é realmente maravilhosa e você definitivamente pode alcançar uma vida tranquila, com muitos luxos e regalias.

Entretanto, não custa repetir sempre (alguns demoram a entender): para isso você terá que criar essa vida e montar essa “máquina” que te proporcione viver a vida que você tanto sonha!

Obviamente, se você tiver nascido em berços de ouro ou herdou uma boa fortuna, não precisará ralar tanto quanto nós, “reles mortais“, que devemos criar essas condições com as próprias mãos.

Você pode e deve buscar uma vida fora dos padrões à sua volta, sem ter que se submeter à vida caótica das grandes metrópoles, apenas para estar próximo das melhores oportunidades de trabalho e dinheiro. Busque uma vida equilibrada, por dentro e por fora, de cabeça, corpo e espírito par você e sua família.

Entretanto, você terá que batalhar para isso. Lembra-se dos 5 anos? Pode ser bem menos se você souber o que fazer, na ordem certa, sendo acompanhado de perto de um mentor que indique as ferramentas certas para cada momento do seu negócio e encurtando muito seus erros em direção dos acertos.

A vida mansa não é algo para os vagabundos, mas para os poucos e os bons que se deram o trabalho de conquistá-la! Torne-se um empreendedor melhor, o mundo precisa de nós!

.

Você não sabe qual o primeiro passo dar? Quer sair do zero e se tornar um empreendedor de alto nível, mesmo não sabendo muito sobre empresas, nem com uma ideia de negócio; conhecendo a trajetória completa, mais rápida e segura para você criar um produto ou serviço que o mercado morra de vontade de comprar e começar a faturar antes mesmo de ter a sua empresa aberta?

Tudo isso sem “fórmulas milagrosas” ou falsas promessas de “ganhar dinheiro fácil“, e sim para que você:

  • Alcance o estilo de vida que tanto sonha através de um negócio lucrativo 100% SEU, que te livre das amarras do mercado de trabalho tradicional;
  • Deixe de ser apenas um coadjuvante da sua própria vida e assuma o controle do seu próprio destino;
  • Consiga equilibrar a sua vida profissional e pessoal;
  • Escolha as pessoas com quem você quer trabalhar e até mesmo os lugares que deseja trabalhar;
  • Sinta orgulho de construir algo SEU e devolver algo de valor para a sociedade e para a sua família.

Caso esteja no mesmo time que o meu, faça parte da próxima turma da Academia de Novos Negócios!

Se inscreva sem compromisso e conheça melhor o treinamento, o Método PAF e o que ele realmente pode fazer por você! Basta acessar esta página!

Nos vemos lá!