Insira seu email abaixo e receba conteúdos, ferramentas e dicas exclusivas sobre empreendedorismo e negócios!










O Marketing para startups tem o poder de transformação do posicionamento de uma marca no mercado, com pouco custo, muito eficaz, sendo tudo que uma startup precisa para começar. Porém, é importante ter o conhecimento do que é preciso ser feito e, principalmente, como deve ser feito, para que você comece a usufruir dos resultados obtidos.

Quer descobrir quais são as dicas que podem mudar o rumo do seu negócio, utilizando o marketing para startups? Veja as dicas e entenda como aplicar no seu negócio, de uma forma prática, simples e sem enrolação!

# Dica 1: Foco nos detalhes

Não pense que apenas as empresas grandes precisam de identidade visual, do logo bem construído ou que se preocupam com uma otimização por SEO, que isso não é verdade. É importante que ao decidir sua startup, você se preocupe com todos os detalhes, como:

  • Identidade visual com logotipia;
  • Padronização de todo o material de divulgação;
  • Tipo de linguagem utilizada na comunicação com seus clientes e parceiros.

Muitos empreendedores possuem uma visão errada sobre esses detalhes, pois pensam que deveria ser uma preocupação apenas das grandes empresas.

Aquele ditado: “Antes feito, do que perfeito”, não se aplica nessa questão, os detalhes são muito atrativos para o público, principalmente para marcas que estão começando.

Posso citar o meu exemplo prático que, antes de iniciar o meu projeto, procurei identificar quais são os elementos que o meu público gosta, para que fosse possível ranquear da melhor forma.

Porque, em um blog, por exemplo, postar textos qualquer um pode postar, mas se identificar e se aproximar do público é completamente diferente, e é a partir dos detalhes que isso se torna possível.

Você pode ter a sensação de que o trabalho será muito grande, que vai tomar muito tempo, mas na verdade, são detalhes que fazem a diferença, como:

  • Inserir uma tag na imagem;
  • Nome do seu arquivo ao importa-lo;
  • Palavras-chave do título do seu artigo;

E são esses pequenos detalhes que fazem muita diferença. A longo prazo que você vai perceber como esses detalhes fazem a diferença no seu posicionamento enquanto marca.

# Dica 2: Produção de conteúdo de qualidade

Um dos pontos-chave quando falamos em marketing para startups, é a criação de conteúdos com qualidade, com um bom desenvolvimento da escrita e linguagem adequada, de acordo com o que foi definido anteriormente.

A criação de conteúdos precisa estar de acordo com a procura do público que você atingir, pois eles também precisam querer saber sobre o que você tem a dizer.

A questão da preocupação com SEO dos artigos também é importante, pois o Google precisa “gostar” dos seus artigos, contudo, o conteúdo que será passado precisa ter relevância.

Antes de criar um determinado conteúdo, faça o seguinte exercício:

  • Quais são as principais dores do meu cliente?
  • Quais as informações que ele sente a necessidade de saber?

A partir do momento em que você conseguir responder essas dúvidas e chegar até essas dores, você consegue atrair a atenção do seu público, aumentando o alcance do seu conteúdo, ganhando credibilidade.

O seu conteúdo já estará otimizado, o que facilita o ranqueamento, e é quando você assume o papel de autoridade naquele assunto, conquistando o respeito e atenção do seu público. Que é o mais importante nesse momento.

Aumentando a credibilidade e autoridade nos assuntos, você consegue alcançar o ponto mais importante, que é a procura do seu cliente final. Se ele está com um problema, que você demonstrou ter conhecimento o suficiente para solucionar, ele vai te procurar para que você possa solucionar a questão para ele. E assim começa a nascer o seu trabalho.

Marketing para startups – Dicas poderosas sobre criação de conteúdo no marketing para startups

Crie conteúdos de qualidade que envolva o ponto de vista do cliente, mesmo que você ainda não tenha clientes, você consegue conversar com pessoas que tenham aquela necessidade.

O mercado já está cheio de textos que são CRTL + C e CTRL + V. O que está faltando é conteúdo com identidade própria, com o seu conhecimento exposto de uma forma que possa contribuir para o seu público. Não seja mais um no meio da multidão.

 # Dica 3: Amplie seus canais de contato

Não se restrinja apenas aos canais “padrão” de postagens, como redes sociais e blog, tente ampliar mais ainda, mesmo que você não tenha recursos financeiros para tal. Com um conteúdo de qualidade, é super válido manter a proposta de postagens.

Foque no que você realmente tem conhecimento, mas muito conhecimento. Se a sua área de atuação for o comércio, e você souber vender muito bem um sapato, consegue detalhar todo o processo com alto nível de conhecimento?

Se a resposta for sim, tente formatar um conteúdo semelhante a uma palestra e tente “vender”, não no sentido financeiro, mas para que ela possa ser exibida em feiras, workshops, cursos do segmento em questão, para que, assim, você consiga ampliar um pouco seus canais de contato.

Conhece a expressão: “Faça-se presente”? Esse pode ser o “x” da questão. Estar presente em um evento, respondendo perguntas é uma forma interessante. Faça a pergunta para si mesmo: Onde o meu público está? E tente ao máximo se aproximar presencialmente, para que ele possa conhecer um pouco mais daquilo que está acompanhando à distância, pelas redes sociais.

Procure sempre expandir seus canais de contato, comece pelas redes sociais, que é o básico para iniciar o processo, sempre mantendo uma frequência de postagens com um conteúdo de qualidade.

Depois, comece a produção de conteúdos em vídeos, para conseguir expressar suas ideias de uma forma mais clara e direta. O próximo passo é seguir para o presencial, para se aproximar ainda mais e aumentar o seu alcance.

Não se engane, pois os empreendedores não estão apenas exercendo seu trabalho em suas casas, sem precisar nunca mais sair para ganhar dinheiro; pelo contrário, eles estão nas ruas, em palestras, cursos, eventos, no meio de pessoas reais, para justamente trocar experiências e agregar valores.

Para quem está buscando conversão e construção de relacionamentos, estar presente faz muita diferença, e principalmente para quem está pensando em construção de relacionamentos, que é o nosso próximo tópico.

# Dica 4: Construa um relacionamento

Não adianta ganhar dinheiro com Google ADS, aumentar as visitas e as vendas, se o produto que você está entregando é ruim. Pode ter certeza, que você vai perder esse público, pois ele não vai voltar.

Você pode ter pensado em todos os detalhes, ter feito um comercial incrível do seu produto, conseguir fazer uma venda relevante pelo B2B. Porém quando o cliente busca por atendimento, ele é mal atendido. Então, você pode ter certeza de que esse público nunca mais vai voltar, e o pior, você terá uma propaganda negativa, famoso boca-a-boca, que pode trazer inúmeros prejuízos para sua marca.

Você não pode ter todo o seu marketing funcionando perfeitamente, com as estratégias adequadas, bom conteúdo, se o relacionamento com o cliente está falhando. Saiba como construir um relacionamento com seu cliente:

  • Responda as suas dúvidas, seja por e-mail, por chat, direct, Whatsapp ou sms, mas responda;
  • Interaja através das redes sociais;
  • Entre em contato para esclarecer alguma questão;
  • Seja educado e prestativo no momento do atendimento;
  • Ofereça ajuda caso algo não tenha ficado claro;

Esses são alguns passos para construção de um bom relacionamento com seu cliente, para que você possa tê-lo sempre ao seu lado, acompanhando suas ideias e inovações. No conceito de marketing para startup, a construção do relacionamento é um ponto que merece muita atenção, pois seus clientes são seu negócio.

Marketing para startups # Dica 5: Faça uma avaliação dos seus resultados

Essa é a última dica, porém a mais importante. Faça a avaliação de todos os seus resultados, e não tenha medo de tentar, pois a tentativa não é um sinal de fracasso e sim um sinal de busca ao desejado, onde você está buscando o resultado que entendeu como o melhor para aquele momento.

Comece com avaliações simples, a partir de uma sequência de postagens. Se você tiver feito 5 postagens, avalie os seguintes resultados:

  • Qual teve mais likes?
  • Qual teve o maior alcance?
  • Qual teve mais engajamento?

A partir do momento em que você identificar qual teve o melhor resultado, avalie se o resultado foi obtido por conta da editoria do conteúdo ou foi pelo assunto abordado. Tudo deve ser avaliado, para que você consiga sempre alcançar os melhores resultados.

Se você identificar que um determinado tipo de conteúdo não está dando resultados, não continue, mude o caminho e pense em algo novo ou algo que possa ser melhorado. Mas não tenha medo de mudanças!

Para transformar a sua grande ideia em também um grande negócio, utilizando o marketing para startups, faça parte da próxima turma da Academia de Novos Negócios, um programa passo a passo da sua ideia até um negócio real faturando no mercado.